News

Loading...

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Na noite fria de 27 de agosto de 2013, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Câmpus Canoas comemorou seu terceiro ano de existência. Para celebrar esta importante data, organizou-se uma breve cerimônia em que representantes de vários segmentos, ligados direta e indiretamente à história da instituição, manifestaram, a sua maneira, como enxergavam o IFRS - Câmpus Canoas.







sábado, 2 de junho de 2012


Campus Alegrete presente no ll Fórum Mundial de Educação

O II Fórum Mundial de Educação Profissional e Tecnológica (FMEPT) aconteceu de 28 a 01 de junho em Florianópolis. A cerimônia de lançamento do evento aconteceu com o ministro da Educação, Aloizio Mercadante.
Entre os presentes, esteve a ministra-chefe da Secretaria de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, a reitora do Instituto Federal de Santa Catarina, Maria Clara Kaschny Schneider e coordenadora geral do evento - , além de diversas autoridades federais, estaduais e municipais. Esta é a segunda edição do FMEPT, realizado pela primeira vez em 2009, em Brasília. De terça a sexta-feira, houve debates, conferências, palestras, mostra de pôsteres, feira gastronômica, feira de livros e diversas atrações culturais, no centro de eventos CentroSul. A comitiva do campus Alegrete esteve presente com os professores Edison Brito, Tiago Rosa, Mauricio Ramos Lutz, Gláucia Jaques, Andreia Solange Bos, Luciano Crochemore e teve também a participação de servidores e alunos.  Fonte: Andreia Solange Bos.



sábado, 4 de junho de 2011

Realidade Virtual e Educação

Levy diz que “Pode-se imaginar que os livros, os jornais, os documentos técnicos e administrativos impressos no futuro serão apenas, em grande parte, projeções temporárias e parciais de hipertextos on line muito mais ricos e sempre ativos”.

Várias são as definições sobre a realidade virtual, mas em geral, refere-se a uma experiência imersiva e interativa baseada em imagens gráficas 3D geradas em tempo real por computador, ou seja, é uma simulação gerada por computador, de um mundo real ou apenas imaginário.

O uso de alta tecnologia para convencer o usuário de que ele está em outra realidade, promovendo completamente o seu envolvimento.

Realidade Virtual é como uma avançada interface homem-máquina que simula um ambiente realístico, permitindo que os participantes interajam com ele. Essa interface é considerada como sendo a mais avançada até agora disponível, pois busca levar ao usuário sensações que lhe dão informações sobre o mundo virtual como se ele realmente existisse.

Exemplos de realidade virtual em outras áreas do conhecimento:

Entretenimento: games e viagens virtuais. • Saúde: cirurgias virtuais, tratamento de pacientes em UTI, reabilitação. • Negócios: maquetes virtuais, edificações, interiores. • Treinamento: simuladores de vôo, motocicletas, teste de qualidade de veículos, etc. • Educação: esta aplicação ainda é foco de estudos e será a qual daremos ênfase, buscando explorar as pesquisas em andamento, como também as propostas para sua utilização.

Com a Realidade Virtual presente na educação poderemos descobrir, explorar e construir conhecimento (aprender) sobre lugares que jamais pensaríamos visitar. O grande potencial da Realidade Virtual está exatamente nessas possibilidades, não só através de aulas ou objetos físicos, mas também através da manipulação virtual do alvo a ser explorado, analisado e estudado.

Estando o usuário, envolvido e totalmente imerso no ambiente virtual, ele poderá desenvolver um comportamento natural e intuitivo, buscando agir como agiria no mundo real e através da interação receber resposta ideal para suas ações.

Levy diz que “Pode-se imaginar que os livros, os jornais, os documentos técnicos e administrativos impressos no futuro serão apenas, em grande parte, projeções temporárias e parciais de hipertextos on line muito mais ricos e sempre ativos”.

A Realidade Virtual pode ser definida como um ambiente tridimensional baseado em computador, altamente interativo, no qual o usuário torna-se participante de um mundo virtual, manipulando e interagindo com os objetos que fazem parte do ambiente.

A possibilidade de simular situações que de maneira real não seriam possíveis permite um grande avanço em diversos setores. Na educação, a utilização da Realidade Virtual possibilita a realização de experiências com o conhecimento de forma interativa

A forma de aprendizagem depende de cada pessoa, sendo que umas aprendem visualmente, outras verbalmente, algumas preferem explorar, outras deduzir. Para cada estilo pode-se usar a Realidade Virtual de uma forma diferente.

Vídeo dos 52 anos de Santo Augusto

Acesse o vídeo em http://www.youtube.com/watch?v=dKw9AFNAeXg